quinta-feira, 14 de setembro de 2017

[CURTAS - ATUALIZADO] Atualização de hardware do Switch traz modo online para as contas brasileiras

Depois de quatro dias sem computador, volto a ativa com uma excelente notícia para os jogadores brasileiros: uma nova atualização de hardware do Switch, que eleva o sistema para a versão 3.02, adicionou o modo online para vários países da América do Sul, incluindo o Brasil! Antes, os tupiniquins que quisessem competir online com o mundo todo precisavam se registrar em outros países (eu mesmo uso uma conta canadense).

Além do Brasil, a atualização traz o modo online para os jogadores da Argentina, Chile, Colômbia e Peru. Os hermanos argentinos tiveram ainda mais sorte, recebendo também uma eShop local para o Switch, o que ainda não acontece no Brasil, nem tem data prevista para se tornar realidade. Apesar do fato da Big N já ter acertado um acordo para retomar os negócios no Brasil, através da NC Games, o país ainda não recebeu o Switch de forma oficial, sendo necessária sua compra pela internet ou importação do exterior.

Vale lembrar que os serviços online do Switch serão gratuitos até meados de 2018, em data ainda não definida. Inicialmente, a cobrança seria iniciada agora em setembro, mas foi adiada. Quando iniciada, as cobranças se valerão de três planos de assinatura: US$3,99 por um mês; US$7,99 por três meses; ou US$19,99 por um ano. É sempre importante ficar atento à cotação do dólar frente ao real, instável devido às crises econômica e política do Brasil.

Atualização: Questionado pelo site Nintendo Blast a respeito do motivo pelo qual o modo online do Switch foi liberado para o território nacional, Bernardo Guzmán-Blanco, Gerente de Eventos e Relações Públicas da Nintendo para a América Latina, afirmou que a Big N reconhece que fãs brasileiros já compraram o Switch e quer permitir que eles consigam jogar online em um servidor do país. O executivo confirmou ainda que a JVLAT vai distribuir o SNES Classic Edition por aqui, agradeceu todo o apoio dos Nintendistas brasileiros e, por fim, disse que a empresa nipônica deseja continuar agradando-os.


Via A Casa do Cogumelo e Nintendo Blast

Comentários
0 Comentários

0 comentários: