sábado, 12 de agosto de 2017

[SECRET HOARD] Guia de viagens Donkey Kong: Chimp Caverns

Sejam todos bem-vindos a mais uma edição do quadro Secret Hoard, que nas últimas semanas vem agindo como guia de viagens pelos vastos e perigosos territórios da franquia Donkey Kong. Hoje, nosso agente de viagens DK Vine, autor das informações, nos levará por um passeio pelo interior das Chimp Caverns. Sem mais enrolações, vamos lá.



Localizada no interior da curiosa montanha com a cara do Donkey Kong, Chimp Caverns foi a última parada na aventura de DK e Diddy em busca das bananas roubadas pela tropa de King K. Rool. "FOI", porque em 2010 toda a formação rochosa desabou, enterrando tudo em seu interior para sempre. Enquanto esteve "aberta", Chimp Caverns também foi escavada para mineração, mas devido ao seu difícil acesso (comparado com Monkey Mines, no nível do mar), as escavações foram abandonadas em pouco tempo, não sem deixar sinais dos operários: esteiras mecânicas, pneus gigantes assassinos e muitos latões de veneno ficaram para trás.

Como mencionado anteriormente, as cavernas desmoronaram, em parte devido à grande erupção do vulcão sob as geleiras de Gorilla Glacier, logo, se você não visitou a área, não visitará mais, tendo que se contentar com os registros feitos antes desses acontecimentos. Mas mesmo que isso não tivesse acontecido, sua tentativa de acesso às cavernas não seria muito fácil, pois a principal entrada era pelo "rosto" do DK, sendo necessário passar pela poluente Kremkroc Industries, INC. para poder descer pelas rochas até entrar nas cavernas. Tudo isso porque, embora o serviço de voos do Funky tenha uma área de pouso na região, suas operações não são frequentes, devido aos riscos de se voar no local. As esteiras mecânicas deixadas pelos operários das escavações podem ser usadas como ajuda para atravessar algumas partes, mas lembre-se de mantê-las abastecidas durante os trajetos.

Devido ao abandono das operações, a fiação elétrica de algumas partes ficou muito deteriorada, o que permite apenas alguns segundos de iluminação antes que a escuridão reine novamente. A vida selvagem, que poderia se reestabelecer, não conseguiu se adaptar ao estrago feito pelas escavações: apenas roedores e abelhas viveram algum tempo a mais.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: