domingo, 11 de setembro de 2016

[CORRENTE DOS SETE JOGOS] Episódio 6

Primeiramente, peço desculpas pelo atraso, mas ontem eu não tinha condições de postar o sexto episódio do Corrente dos Sete Jogos. Saí a tarde para um passeio em família e cheguei com muita dor de cabeça. Então sem (mais) enrolações, vamos conhecer as escolhas do leitor Eduardo, ou Dr. House.





Nome / apelido: Eduardo (Dr.House);
Idade: 16 anos;
Onde mora: São Paulo – SP;
Contato: Eduardo Fontes Fiorante (Facebook) / feromonas99 (PSN);
Nintendo ID: 1607 – 2870 – 5405 (3DS);
Como iniciou sua vida “gamer”: Minha vida como gamer começou de um jeito peculiar, pois em meus 6 anos pedi um play 1 para minha mãe... porém, como ela não conhecia direito o que era, nem como era, fez o favor de comprar um fucking Polystation 1 - para quem não sabe é uma cópia de NES. Obviamente eu fiquei feliz porque já era algo para fazer minha tarde ser mais diferente, e também tinha alguns jogos que eu me lembro até hoje como aquele de um menino de circo, que possui uma fase onde ele tem um leão que pula argolas de fogo. Mas minha mãe não parou por aí não, quando eu expliquei que o que ela comprou não era um play 1 e sim uma cópia de outro vídeo game, a mulher ficou com peso na consciência (não sei porque) e decidiu me dar outro de presente surpresa! E sabe o que ela me deu? Exato, outra cópia de NES... mas daí eu avisei e ela trocou na loja por um play 1. Daí em diante minha vida como gamer foi mais normal pois continuei a comprar vídeo games... ganhei o Nintendo Wii, Nintendo DS, PSVita, e outros da Sony... como play 2 e 3 e por último o 4, mas não venham me chamar de Sonysta rsrs, pois sempre preferi os portáteis da Big N e até tive um Xbox 360.

• Jogo que todo mundo fala, mas que nunca jogou:
  • Final Fantasy VII (PS1 / PC / iOS /Android): É um jogo que por muitos anos eu quis jogar, porém como era do play 1 e eu só fui ter ele muito tempo depois de lançado, eu não consegui acompanhar os lançamentos da época e nem comprar o game depois, pois os camelôs estavam focados em vender CDs de play 2 já. Mas como anunciado, este jogo espetacular e muito amado da série FF será remasterizado para PS4, e eu com certeza vou comprar e jogar.

• Jogo / franquia que não tem vontade de jogar de novo:
  • Watch Dogs (PS3 / PS4 / Xbox 360 / Xbox One / Wii U / PC): Mesmo sendo um jogo bom, ele não superou minhas expectativas, nem ao menos alcançou as expectativas propostas para seu lançamento. Com missões maçantes e repetitivas, física cagada, sistema de pilotagem mal feito, história fraca, personagens fracos (incluindo o protagonista) e nenhum motivo que faça você querer saber o final, este jogo não me fez querer zerá-lo e menos ainda jogá-lo outra vez.

• Último jogo que jogou:
  • Overwatch (PS4 / Xbox One/ PC): Um jogo feito pela grande e linda Blizzard, um game totalmente multiplayer com gráficos “cartoonizados”, incrível jogabilidade, número bom de personagens, tendo cada um deles suas próprias habilidades, história e personalidade, ótima conexão on-line (coisa que deveria ser padrão, porém vários jogos AAA andam tendo uma péssima conexão em seus multiplayer CoD coff coff... BO3 coff...) e ainda é um jogo que está fazendo o competitivo crescer pois é parecido com LoL (League of Legends) em alguns aspectos, como diversidade de personagens, diferentes composições... todavia a diferença principal em relação a LoL é que são de estilos diferentes, o que traz um público totalmente distinto ao competitivo.

• Jogo que jogou e que ninguém conhece:
  • Cooking Mama (DS / iOS): Este jogo eu não conheço a produtora e nem a data de lançamento, menos ainda se é uma saga, trilogia ou um título só... porém este jogo me marcou pois acaba rápido cada receita e foi o único game que joguei com minha mãe em todos estes anos. Por esta razão, e por ninguém conhecê-lo, decidi colocá-lo neste tópico.

• Jogo que te surpreendeu muito:
  • Dragon Ball Z Budokai Tenkaichi (PS2): Minha história com este jogo também é diferenciada. Ele não foi comprado em loja, e sim ganhado de um amigo meu, que copiava jogos em CDs virgens e me dava. Ganhei este jogo há aproximadamente 7 anos e joguei igual um “imbecil”, pois o mesmo tinha exatamente todos os personagens desde o primeiro episódio da saga DBZ até o último episódio da saga DBZ GT incluindo os de filmes. E como eu era um fã de Dragon Ball, eu batalhei para zerar o game e obter todos os personagens, sendo que uns 20 eram liberados em missões secundárias dificílimas e chatas. Além disso, o game continha um ótimo multiplayer local e combates muito divertidos.

• Jogo que te decepcionou muito:
  • God of War - Ascension (PS3): Apesar de este jogo ser da saga que eu mais gosto de todas, feita pelo estúdio Santa Mônica, e exclusiva da marca Playstation, devo admitir quer regrediu em vários aspectos de história e até em parte no combate, até God of War 1 possui duas armas principais (Blade of Caos e Blade of Artemis), enquanto Ascension possui uma só com variações elementares, o que deixa parecer que estavam com preguiça de fazer o game. A história, em minha opinião, poderia ser mais bem contada e com maior profundidade. O jogo não deixa de ser ótimo, porém ele me decepcionou poisa minha expectativa era muito alta.

• Jogo / franquia que marcou muito sua vida:
  • God of War: Esta é com certeza a franquia que mais marcou minha vida por inúmeros motivos, não só pelos jogos terem uma história de vingança, teor adulto XD, gráficos bonitos, temática romana, bosses incríveis... e sim por motivos icônicos na vida gamer de alguém, como ter sido o primeiro jogo que zerei, até hoje eu lembro a música que tocava quando enfiei a espada na barriga de Zeus no GoW 2 (Victor e Leo, sapo caiu na lagoa, ou algo assim...), essa franquia também me fez ter vontade de descobrir todos os segredos de seus jogos, aprender mais sobre mitologia grega (óbvio que algumas coisas são mudadas para ajudar na historia dos títulos) e fazer minhas próprias teorias sobre ela. Até hoje se alguém me perguntar qualquer coisa sobre os games protagonizados por Kratos, tenho quase certeza que consigo responder. E na E3 de 2016 foi anunciado um novo GoW, que agora vai se passar na mitologia nórdica, e eu estou esperando muito este, tomara que não me decepcione como o Ascension.
    Como eu escrevi, a franquia que mais me marcou foi GoW, porém eu não posso deixar de citar Pokémon, uma a qual joguei quase todos os jogos, pelo DS, 2DS, emulador de cell, em tudo que eu podia. E até hoje um dos meus recordes de jogos mais jogados está com Pokémon Platinum com aproximadamente 550 horas de jogo.


E é isso. Curtam, compartilhem e indiquem outros amigos para participarem. Suas escolhas devem ser enviadas para o email dkc_forever@hotmail.com. Até a próxima.

Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Lúcia disse...

Final Fantasy não tem como não jogar, é loco.