sábado, 30 de julho de 2016

[CORRENTE DOS SETE JOGOS] Episódio 3

E ai pessoal, hoje é sábado, o que significa que é dia de mais um episódio do quadro Corrente dos Sete Jogos. No episódio de hoje, vamos conhecer um poucos das preferências "gamers" do leitor eQuakz.




Nome / Apelido: eQuakz;
Idade: 17 anos;
Onde mora: São Paulo - SP;
Contato:
Nintendo ID:
Como iniciou sua vida "gamer": Quando eu era criança, nunca fui muito de gostar de videogames, preferia mais brincar com bonecos, jogar futebol na rua, etc. Quando fiz meus 5 anos, meu pai comprou um Super Nintendo, minhas irmãs ficaram viciadas, mas eu ainda não gostei muito, tentava jogar mas não conseguia fazer nada, então não liguei muito pro console. Quando completei meus 7 anos, minha irmã foi fazer algum dever em casa, e deixou o videogame pausado, então como fazia muito tempo que eu não jogava, resolvi pegar o controle e jogar, e aí que começou tudo, eu fiquei apaixonado, lembro que os únicos jogos que tinha era Aladin e Donkey Kong. Depois daquele dia, eu fiquei bem viciado e quase não deixava mais minhas irmãs jogarem, arrumei muita briga com elas por causa disso, mas um ano depois, meu pai comprou um computador, então eu basicamente fiquei com o Super Nintendo só pra mim, enquanto elas ficavam o dia inteiro conversando no MSN :P.

• Jogo que todo mundo fala, mas que nunca jogou:
  • Overwatch (PS4 / Xbox One / PC): Não tenho nenhum console de última geração, e nem um computador potente, por isso tem muuuitos jogos que nunca joguei, mas vou citar o Overwatch por ser o mais recente. O jogo me parece ser bem legal, tenho vontade em jogá-lo um dia, mistura de FPS com futurismo, achei bem interessante!

• Jogo / franquia que não tem vontade de jogar de novo:
  • FIFA/PES: Não sou nem um pouco fã de jogos de futebol, por mais que eu goste de praticar esse esporte na vida real, no videogame acho algo meio que sem objetivo, enjoante e etc., por isso nunca mais joguei jogos desse estilo.

• Último jogo que jogou:
  • Grand Theft Auto - San Andreas (PS2 / Xbox / PC): O clássico jogo de PS2, quem nunca jogou GTA que atire a primeira pedra, esse jogo marcou muito a minha infância, joguei ele há alguns dias no PS2 do meu primo.

• Jogo que jogou e que ninguém conhece:
  • Seafight (Browser): Um dos jogos de pirata da BigPoint, poucas pessoas devem conhecer, no jogo, você é um marinheiro que está começando sua jornada, tem várias missões, você faz basicamente tudo, pode caçar animais, pode caçar outros piratas (PVP ou PVE), contrata uma tripulação para saquear outros navios, etc. O jogo é de Browser (Não precisa baixar, roda no navegador de internet), mas não é um motivo para ele não ser legal e muito divertido, passei cerca de 2 anos jogando ele. Um dos motivos de ter parado de jogar foi que ele começou a ficar "Pay To Win" demais, e como eu ainda era criança, não tinha mais condições de jogá-lo.

• Jogo que te surpreendeu muito:
  • Black (PS2 / Xbox): Esse jogo foi basicamente minha porta de entrada para o mundo de FPS, o jogo era incrível, gráfico, jogabilidade e dificuldade absurda, algo que não era nem um pouco comum naquela época, passei bastante tempo jogando ele, perdi a conta de quantas vezes o zerei, me diverti muito com ele e descobri que meu estilo de jogo favorito é FPS.

• Jogo que te decepcionou muito:
  • Grand Theft Auto IV (PS3 / Xbox 360 / PC): Muitas pessoas ficaram satisfeitas com o GTA IV, mas eu não gostei nem um pouco, eu pedi muito para meu pai me dar um PS3 justamente para jogar esse jogo, e acho que foi esse o problema, eu criei muita expectativa para o jogo e no lançamento ele não foi nada legal, GTA é uma franquia feita justamente para o personagem principal ser o fod%#, fazer o que quiser e etc., mas na história do jogo, ele é meio que um cara comum, acho que faltou ele ser mais empoderado na história. Os gráficos também me decepcionaram bastante, achei que faltou "cor" no jogo.

• Jogo / franquia que marcou muito sua vida:
  • Grand Theft Auto - San Andreas (PS2 / Xbox / PC): Não sei nem por onde começar, GTA foi com certeza o jogo que mais joguei, que mais marcou minha vida, que mais me impressionei, por ele ser de mundo aberto, não tinha como enjoar de jogá-lo, mesmo após zerá-lo, continuei jogando ele por anos, cada dia era uma ideia nova do que fazer. Podem achar que é mentira, mas eu aprendi muito inglês com ele, eu tinha a versão com legendas em PT-BR, então aquilo me ajudou muito no inglês (não só em palavrões kk).


E é isso. Se quiserem participar, basta enviar suas respostas para o email do blog dkc_forever@hotmail.com. Compartilhem e indiquem para seus amigos que queiram participar através das nossas páginas no facebook e Google+.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: