sábado, 15 de junho de 2013

[Lendas dos Games] The Diddy Kong Racing Incident

Bem, como notaram, semana passada o quadro Lendas dos Games não foi postado. Isso porque meus dias estão muito corridos e não tenho tempo para procurar uma boa lenda e traduzir. Portanto, se vocês realmente gostam das lendas, postem sugestões, de preferência pelos comentários.

Sem mais enrolações, a história de hoje é de um incidente envolvendo o jogo Diddy Kong Racing, do Nintendo 64, sugerido pelo leitor Guilherme. Essa lenda foi copiada do site Creepypasta Wiki e traduzida por mim. Boa leitura.



Certo, isso foi muito estranho e nada parecido nunca aconteceu enquanto jogava um jogo original. Então... ah sim. Isso aconteceu algumas semanas atrás, eu estava indo jogar um dos meus jogos favoritos do Nintendo 64, que era Diddy Kong Racing. Então fui procurar uma ROM para isso, já que eu já tinha baixado um emulador, que era o Project 64. Mas como eu não encontrei nenhuma ROM funcionando (o que me deixou realmente irritado), eu pedi para o meu pai me emprestar seu N64, já que ele tinha um.
Felizmente, ele me emprestou... Só que ele não encontrava o jogo... Valei pai. Já que eu não conhecia ninguém que tinha o jogo, eu procurei no eBay. Eu achei um cartucho de Diddy Kong Racing por 2 Libras Esterlinas. O cartucho não parecia danificado, havia um arranhão ou dois na imagem, mas fora isso, estava impecável. Então, eu comprei.
Dois dias depois, o jogo chegou. Eu estava muito animado para jogar o jogo original sem falhas no computador... Era isso que eu pensava. Então, comecei o jogo e vi um save file chamado “Kaz”... Nome estranho esse... Ele já havia completado o jogo com os 47 balões dourados, eu o tinha aberto apenas para correr contra Wizpig (o chefe... ele é um porco enorme, literalmente), mas eu queria começar desde o começo. Eu fiz meu novo save file chamado “Cad” e iniciei o jogo.
A introdução correu normalmente, exceto quando Taj (o gênio elefante) começou a falar, com raios e trovões. Uma grande descarga elétrica atingiu Taj e ele desapareceu. Eu também fiquei em choque (eu estava jogando como Pipsy... não me julgue). Eu acabei aparecendo num lugar parecido com um heliporto, exceto que não havia aquele “H” enorme. Em seguida, eu estava num avião (que é um dos veículos que você pode usar).
Eu comecei a voar, mas apenas dentro desse heliporto. Tudo que havia ao meu redor eram nuvens roxas escuras, exatamente aquelas que você vê na segunda corrida contra Wizpig. Nesse ponto, eu estava confuso e suspeitava que o cartucho havia sido hackeado. Mas o que me surpreendeu foi que o jogo não tinha nenhum defeito. Jogos hackeados normalmente apresentam texturas distorcidas ou fontes diferentes e por ai vai. Eu não tinha ideia do que fazer, quer dizer, eu poderia voar, mas para onde? De alguma forma, aquelas nuvens roxas começaram a me assustar mentalmente, então eu reiniciei o console.
Quando iniciou de novo, de alguma forma, ele pulou totalmente a introdução (que deveria aparecer, já que eu não salvei o jogo) e foi direto para o jogo. Estranhamente, eu estava de volta naquele mesmo lugar de antes: o tal heliporto rodeado de nuvens roxas escuras.
Apesar de sentir medo daquele lugar, eu comecei a voar em linha reta... Sinceramente, não sei porque eu fiz isso, e para ser honesto, eu não sei o que me assustava mais. O fato de tudo estar em silêncio ou aquelas nuvens roxas escuras. Já fazia um minuto que eu estava voando quando ouvi a risada característica do Wizpig, e nesse momento, uma caixa de texto apareceu dizendo: “Vejam só, é o pequeno verme!”. É a frase que Wizpig fala no começo da segunda corrida. Raios e trovões apareceram novamente, e outro raio me atingiu.
Dessa vez, eu caí em espiral e pareci ser teletransportado para a Timber’s Island (o lugar onde o jogo começa), mas assim que eu cheguei lá, a cabeça de pedra do Wizpig começou a rir e sua boca se abriu (tal como acontece quando você coleta todos os tokens do Wizpig). Isso me surpreendeu um pouco, já que eu não tinha nenhum token ainda. Eu decidi voar e quando cheguei lá, tudo parecia normal.
A cena seguiu como deveria, e a corrida começou... Exceto por uma caixa de texto que apareceu dizendo: “Se você perder, vai se arrepender...”. Essa frase nunca apareceu em nenhum momento do jogo. Eu não sou supersticioso, mas parecia que ele estava falando pessoalmente comigo! Apesar de continuar jogando (eu sei, péssima ideia) e de já ter jogado esse jogo por anos da minha vida, eu nunca vi Wizpig correr tão rápido! É claro que eu perdi... e a arrepiante música “You Lose” tocou, seguida por uma tela preta. E no último minuto eu ouvi Wizpig rindo...
O jogo apenas voltou para o menu principal. Estranhamente não havia save files. A partir desse ponto, o jogo rodou normalmente. Sem trovões e relâmpagos, sem nuvens roxas escuras. Nada... parecia que isso nunca havia acontecido. Eu não sei se o cartucho foi hackeado, tudo que aconteceu simplesmente desapareceu. Mas o que ele quis dizer com “Se você perder, vai se arrepender...”?


Como eu já disse, se quiserem que as lendas continuem sendo postadas, tentem contribuir para isso. Agora tem duas opções de sistema de comentários, o chat e a C-Box, que pode ser usada para isso.

Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Diddy Kong disse...

Bem interessante e assustadora a lenda desta semana ! Gostei bastante !
Nunca joguei este game, mas tenho curiosidade em testá-lo algum dia! :)