domingo, 30 de junho de 2013

[CURIOSIDADES] Após comprar a RARE, Microsoft acreditou ter levado Donkey Kong no pacote

Há 19 anos, a Nintendo, em parceria com a desenvolvedora inglesa RAREWARE, mais conhecida como RARE, fecharam parceria para a criação da trilogia Donkey Kong Country, para o saudoso Super Nintendo. Após o imenso sucesso dos três jogos, a RARE foi comprada pela Microsoft. Isso todos sabemos, mas o que ninguém esperava era pela afobação da Microsoft, que acreditou ter levado o personagem Donkey Kong também.

A situação inusitada aconteceu em 2002, logo após a gigante dos computadores ter comprado a RARE. A confusão foi desfeita momentos depois pelos funcionários e só foi revelada agora por Chris Seavor, ex-funcionário da desenvolvedora inglesa:
Aqui vai uma história real. Quando a RARE foi adquirida pela Microsoft, um grupo de executivos veio fazer uma excursão pela empresa. Um deles viu pôsters de Donkey Kong por todo o local e disse.. 'Ei, isso é ótimo. Nós temos Donkey Kong, certo?'

Como se sabe, a RARE foi a responsável pela criação dos jogos, mas não tinha qualquer direito sobre o personagem Donkey Kong, nem pela franquia, que são de posse da Nintendo.

A situação foi um pouco diferente em Diddy Kong Racing, do Nintendo 64, título também desenvolvido pela RARE: os personagens Banjo e Conker foram criados pela desenvolvedora para esse jogo. Desse modo, quando Diddy Kong Racing DS foi lançado, a RARE - embora também tenha desenvolvido o remake - já havia sido comprada pela Microsoft, que adquiriu os direitos sobre Banjo e Conker. Os dois foram substituídos por Dixie e Tiny Kong


Via Reino do Cogumelo.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: